Blog

07/03/2021

As Raizes do Quindim

Um doce que se come com os olhos!

Um dos doces mais consumidos do Brasil, o Quindim teve a sua origem em Portugal, na época da colonização do Brasil, as freiras da região de Leiria usavam claras de ovos como base para engomar suas vestimentas. Para aproveitar as gemas e evitar o desperdício, as freiras criaram diversas receitas, foi assim que surgiu a Brisa-do-lis que leva gemas, açúcar e amêndoas, que logo caiu no gosto dos portugueses.

Por essa ninguém esperava, não é?

Junto com a colonização a receita eventualmente acabou chegando no Brasil. Porém a amêndoa, um dos ingredientes da receita do Brisa-de-Lis, era difícil de encontrar. Surgindo assim a necessidade de substituir esse ingrediente. Usando a criatividade, as escravas que trabalhavam nas cozinhas das fazendas utilizavam o coco como substituto, já que era facilmente encontrado em todo território brasileiro. 

Com a mudança na receita, surgiu a necessidade de batizar o novo doce, por ser uma iguaria delicada, as escravas deram o nome de Quindim, palavra que significa dengo ou encanto.

O Quindim conquistou os brasileiros e graças a criatividade das escravas africanas que adaptaram a receita portuguesa para a realidade brasileira, podemos saborear esse doce que é amado por todos. 

Só de ler já dá água na boca, concorda? 

Podemos aprender com a história desse doce, como despertar a criatividade diante de ingredientes que podem não estar sendo aproveitados em suas receitas!

Na Saint Georges demos a nossa pitada é claro, optamos por peneirar as gemas para que a película  que reveste a gema não cause odor a receita, e também usamos o coco  in natura ralado mais grosso o que dá um charme especial a receita!

Não posso esquecer de informá-los que temos em três tamanhos o mini, para festinhas e eventos comemorativos, o médio tamanho perfeito para uma sobremesa individual e o grande para toda a família. 

Leia a nossa última publicação no blog: O Pão Francês no Brasil

Voltar

Compartilhe

 

Fale conosco
Fale conosco