Blog

26/09/2019

Culinária da região sul do Brasil: Cuca

Fonte: A comida é nossa

A Cuca (Kuchen) é tradicional de regiões brasileiras colonizadas por imigrantes europeus a partir da segunda metade do século XIX. Ela pode ser definida como uma massa preparada de forma artesanal e sem conservantes, composta por uma camada de frutas em sua superfície e coberta com farofa doce crocante à base de manteiga e açúcar.

De origem alemã, esse bolo fazia parte da tradição germânica, onde era denominado Streuselkuchen, que significa bolo de farofa. A Streuselkuchen originou-se na antiga Silésia seguida pela Prússia, de onde veio uma parcela considerável dos imigrantes alemães do Sul do Brasil, trazendo seus hábitos, costumes e necessidades alimentares.

Quando o bolo veio para o Brasil, era um prato servido apenas em datas especiais, tais como Natal e Páscoa, já que os principais ingredientes, farinha de trigo e açúcar, eram muito caros na época. Entretanto, atualmente uns dos fatores que contribuíram para sucesso foram a praticidade do preparo e o custo dos ingredientes, assim como a versatilidade, já que podem ser agregados variados ingredientes.

Estima-se que a partir das adaptações da língua, a palavra que designava bolo em geral acabou sendo usada para referenciar uma receita em específico, assim Kuchen tornou-se Cuca, e essa adaptação varia conforme os dialetos locais. No Paraná, na região de Curitiba, por exemplo, essa mesma receita é chamada de Cuque.

Hoje a Cuca está além das regiões de colonos descendentes de imigrantes, ela se espalhou pelos centros urbanos, fazendo parte, junto com Mus, também conhecido como Schmier ou Chimia (geléia de consistência mais firme) dos cafés coloniais que atraem pessoas interessadas em mesas fartas nas cidades da região sul do Brasil.

 

Escrito por: Kamila Mattoso Sant’anna e Walkyria dos Santos Silva

Voltar

Compartilhe

 

Fale conosco
Fale conosco